quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Mulher nua amarrada na cruz na Alemanha, cria a maior polêmica

Uma festa em Berlim, na Alemanha, provocou indignação ao exibir uma mulher nua pintada de dourado e amarrada a uma cruz. A cena foi registrada no clube "Maxxim", uma casa popular na capital alemã, segundo reportagem do jornal alemão "Bild".
A atriz pornô deixou a cruz após um espetáculo de menos de 30 minutos, mas, no dia seguinte, a página de Facebook do clube recebeu dezenas de comentários de pessoas indignadas com a cena.


Pastor Elias Rébuli com informações do G1

Aumenta número de mulheres seguidoras de seita radical em Israel

Cresce o número de mulheres judias israelenses que seguem os preceitos de uma seita radical e andam cobertas da cabeça aos pés "para preservar a decência". A maneira de se vestir dessas mulheres lembra a burqa usada no Afganistão, e daí vem o apelido de "mulheres-Taleban", pelo qual ficaram conhecidas na imprensa israelense.
No entanto, para elas a burqa não é "decente" o suficiente, pois com apenas uma camada de roupa, as curvas do corpo da mulher ficam expostas.
Segundo a seita, também conhecida como "mulheres dos xales", para evitar tornar-se uma "tentação para os homens", a mulher deve vestir-se com dezenas de camadas de xales, de modo a tornar-se uma montanha de panos disforme para que as curvas de seu corpo não transpareçam.
A seita foi fundada há cerca de cinco anos pela rabina Bruria Keren, na cidade de Beit Shemesh, perto de Jerusalém. Há 3 anos Keren foi presa por abusar de seus 12 filhos e condenada a quatro anos e meio de prisão. A rabina, que foi acusada de maltratar as crianças, alegou que "queria educá-las segundo os preceitos da modéstia".
Na liderança da seita, ela foi substituída por outras mulheres que a consideram "santa" e seguem seus ensinamentos.
Desafio
O número de mulheres que aderiram à seita está crescendo e, segundo as avaliações, já chega a mais de mil. Elas próprias afirmam que já são mais de 10 mil. Essas mulheres vivem principalmente nas cidades de Jerusalém, Beit Shemesh e Elad, onde há grandes concentrações de judeus ultraortodoxos.
No entanto os próprios ultraortodoxos veem o fenômeno como um desafio aos preceitos da religião judaica, afirmando que essas mulheres "foram longe demais". Segundo os preceitos da seita, as meninas também devem andar totalmente encobertas desde pequenas.
Para o rabino reformista Arik Asherman, os preceitos da seita "não fazem parte do judaísmo". "Não conheço tradição alguma dentro do judaísmo que defenda tal ocultação da mulher e considero problemática a imposição desses preceitos às crianças" disse Asherman à BBC Brasil.
De acordo com o rabino, o preceito da modéstia faz parte da tradição do judaismo, mas uma interpretação tão radical "não tem precedentes".
O crescente número de comunidades de mulheres adeptas da seita também preocupa o Ministério da Educação de Israel, pois elas não concordam em matricular os filhos nas escolas públicas e os educam dentro das comunidades, sem qualquer controle do Estado.
Para a seita, a ocultação total da mulher é o preceito principal e deverá acelerar a "salvação do povo de Israel". Elas se reúnem e estudam maneiras de ocultar o corpo, inclusive os olhos e os cabelos, para evitar que "até as paredes as vejam".
'Aprimorando' a ocultação
Em um vídeo filmado clandestinamente por uma jornalista que se infiltrou na seita disfarçando-se de simpatizante, é possível ver diversas maneiras de como as integrantes "aprimoram" a ocultação de si mesmas.
Elas costumam se pentear embaixo dos panos, mesmo quando estão sozinhas, e raramente tomam banho, pois a operação acaba sendo extremamente complicada com todas as camadas de panos que as encobrem.
De acordo com a diretora da prisão onde se encontra a rabina Keren, o hábito de tomar poucos banhos é a razão principal pela qual ela é mantida em uma cela individual.
A cobertura total dos olhos faz com que as mulheres da seita não enxerguem por onde andam e, para poder se locomover, geralmente utilizam seus filhos como guias.
Para o rabino Uri Regev, presidente da ONG Hidush, em prol da liberdade religiosa e da igualdade, "o crescimento de um grupo fundamentalista como a seita das mulheres de xale, faz parte do processo geral de radicalização do público religioso em Israel".
Fonte: Pastor Elias Rébuli com informações de iG

Confira os vencedores do Troféu Promessas 2011




Aconteceu na noite desta terça-feira, 29, a entrega do Troféu Promessas, evento que premiou os melhores cantores da música gospel nacional. Diversos cantores evangélicos foram até o Rio de Janeiro onde aconteceu a premiação.


A abertura da noite foi presidida pelo pastor Silas Malafaia e apresentada pelo ator Eriberto Leão que em alguns momentos falou a respeito de sua conversão e da conversão de sua família. “Eu achava que seria mais engraçado, por eu ser ator. Mas eu fiquei bastante emocionado”, disse ele que por diversas vezes chegou a dizer que estava sentindo a presença de Deus no local.

Entre os cantores que se apresentaram na premiação está Bruna Karla, Thalles Roberto, Damares, Ana Paula Valadão e Aline Barros. Entre os convidados para fazer a entrega desses prêmios estavam os pastores Zé Bruno e Hamiltom Gomes (Banda Resgate), Alda Célia, Juanribe Pagliarin e Andrea, Aline Barros e a tricampeã de karatê Maria Cecília, Marcus Salles, Ana Paula Valadão e Alex Passos.

Troféu Promessas foi organizado pela GEO Eventos e pela Rede Globo, mas não foi transmitido. A reunião foi fechada apenas para convidados, artistas e imprensa.
No final da premiação o cantor Asaf Borba foi homenageado e recebeu um troféu das mãos do pastor Silas Malafaia e de Marco António. Emocionado o cantor e sua esposa agradesceram pela homenagem.

Confira os ganhadores:


Melhor Clipe
“Deus da minha vida”, Thalles
“Eis-me aqui”, Ana Paula Valadão e Ludmila Ferber
“Pavão Pavãozinho”, Fernanda Brum
“Ressuscita-me”, Aline Barros
“Um novo vencedor”, Damares
Melhor CD
“Aleluia”, Diante do Trono
“Bruna Karla ao vivo”, Bruna Karla
“Diamante”, Damares
“Extraordinário amor de Deus”, Aline Barros
“Glória”, Fernanda Brum
Revelação
Arianne
Brenda
Megafone
Ministério Além do Véu
Thalles Roberto
Melhor Música
“Aleluia”, Diante do Trono
“Deus da minha vida”, Thalles
“Ressuscita-me”, Aline Barros
“Sou humano”, Bruna Karla
“Um novo vencedor”, Damares
Melhor Ministério de Louvor
Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul
Ministério de Louvor Diante do Trono
Ministério Sarando a Terra Ferida de Nova Iguaçu
Renascer Praise
Voz da Verdade
Melhor Grupo
Ao Cubo
Cassiane e Jairinho
Livres para Adorar
Oficina G3
Trazendo a Arca
Melhor DVD
“Advogado Fiel Ao Vivo”, Bruna Karla
“Aleluia”, Diante do Trono
“Aline Barros na Estrada”, Aline Barros
“DDG Experience”, Oficina G3
“Na Sala do Pai”, Thalles
Melhor Cantora
Aline Barros
Cassiane
Damares
Fernanda Brum
Nívea Soares
Melhor Cantor
André Valadão
Davi Sacer
Fernandinho
Leonardo Gonçalves
Thalles

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Brasil tem queda de 7,26% no número de católicos em seis anos; veja o vídeo

Uma pesquisa feita pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas mostra uma expressiva queda no número de católicos no Brasil. Nos últimos seis anos, mais de 7% dos católicos em todo o País migraram para outras religiões. O levantamento também aponta o crescimento de outras crenças.
Veja o vídeo: 


Pastor Elias Rébuli com informações do Jangadeiro on line

Novo filme falará sobre a fé cristã de Elvis Presley

De acordo com o Hollywood Reporter, quatro produções diferentes estão buscando levar a vida de Elvis Presley para a tela do cinema em breve. Mas cada um aborda o tema de forma diferente. O projeto bilionário do estúdio Fox Last Train to Memphis deve ser um filme biográfico tradicional”, mostrando desde seu nascimento até os últimos dias.

Fame & Fortune é a adaptação do livro de memórias escrito por um ex-guarda-costas de Elvis. O roteiro de Elvis e Nixon gira em torno de um encontro entre o cantor e o ex-presidente. The Identical pretende falar exclusivamente sobre a fé do rei do rock.

Elvis Presley vendeu mais de um bilhão de discos em todo o mundo, mais do que qualquer outro artista na história. Ele ganhou vários discos de ouro e de platina por seus 131 álbuns e singles . Indicado 14 vezes para o prêmio Grammy, só venceu três. O que poucos sabem é que foram todas por discos com gravações de músicasevangélicas: o álbum “How Great Thou Art” [Quão grande és tu], em 1967; “He Touched Me” [Tocou-me] em 1972 e o hino “How Great Thou Art”, do disco ao vivo em Memphis, em 1974. Elvis, inclusive, passou a fazer parte do Hall of Fame da música gospel em 2001.

A trajetória de um menino pobre que sonhava com o estrelato, sua ascensão meteórica, o casamento conturbado com Priscilla Presley e a luta contra o vício em drogas que contribuíram para sua morte aos 42 anos em 1977, parece perfeita para o cinema. No entanto, as questões legais relacionadas a qualquer filme Presley são complicadas devido à batalha judicial de seus herdeiros e a empresa que hoje detém os direitos de todas as suasmúsicas.

Yochanan Marcellino, presidente da produtora City of Peace, diz que estão trabalhando no roteiro adaptado de uma peça de teatro sobre um imitador de Elvis. O seu diferencial o interesse de Elvis pela música gospel e as raízes religiosas de sua família.

“Elvis Presley gravou mais de 80 faixas de música gospel durante sua carreira”, escreve Peter Ramsay, autor de uma biografia sobre o músico. “As pessoas que conviveram de perto com Elvis dizem que ele não apenas gravou hinos, ele realmente amava a música gospel. Depois de alguns shows, tarde da noite, Elvis e alguns amigos gostavam de cantar clássicos da música cristã.

“Elvis começou a cantar hinos quando era criança e frequentava a igreja com sua mãe aos domingos”, escreve Ramsay. “Há muitas histórias sobre o respeito que Elvis tinha por Cristo. Uma noite, em um de seus primeiros grandes shows, fãs abriram na plateia uma enorme faixa que dizia: “Elvis é o nosso Rei!”. Elvis parou no meio de sua música e disse claramente ao microfone: “Existe apenas um rei e é Jesus Cristo.”

O projeto vai estrelar Ryan Pelton, um ator que já faz imitações de Elvis. Marcellino diz que negocia os direitos dasmúsicas da fase gospel de Elvis e tem bons motivos para apostar nesse aspecto da vida do cantor, que poderá surpreender muita gente. Afinal, o assunto está presente em vários livros sobre a vida do rei.

Donnie Sumner dedicou em sua autobiografia In the Shadow of Kings, um capítulo inteiro para debater se Elvis era um cristão ou não. Sumner cantou com Elvis durante anos. Ele fazia parte do Quarteto Stamps. No capítulo 27 de seu livro, ele escreve:

“Lembro-me de uma noite, quando Elvis fez sinal para eu segui-lo. Depois de deixar minha namorada e todos os outros caras da sala, nós fomos para o seu quarto. Ele sentou na cama de costas para a cabeceira e eu fiquei deitado com a cabeça apoiada em meu braço dobrado e perguntei “O que você ‘precisa, chefe?”

Sua resposta será sempre em minha memória uma porta que me foi aberta, mas eu não soube aproveitar. Eu nunca dizia a ninguém naqueles dias que eu era um crente e a pergunta de Elvis me pegou totalmente de surpresa. Não sei se consigo lembrar de todos os detalhes corretamente, mas posso dizer-lhe o que me lembro.

“O que significa ser salvo?, perguntou-me Elvis.

Fiquei espantado que ele pudesse fazer essa pergunta a mim e respondi: “O que é isso, chefe, porque você está me fazendo esse tipo de pergunta? Pareço um pregador? ”

“Falo sério”, insistiu ele, “Eu estava assistindo TV e eles estavam falando sobre isso. Quando falaram “salvo”…. Bem, eu sei que seu pai foi pastor e percebi que se alguém aqui saberia, seria você?.

Percebendo, que ele estava realmente tentando entender o que significa “ser salvo”, fiz uma breve tentativa de tentar explicar do modo como aprendi quando ainda era criança.

Eu disse a Elvis: “Bem, do jeito que eu entendo, se você acreditar que Jesus veio realmente como dizem, e que Ele morreu pelos pecados como dizem além das outras coisas que dizem, como Ele ressuscitou dos mortos, voltou para o céu e virá de novo algum dia… Se você realmente acreditar em tudo isso… então você está salvo. Ser salvo é apenas uma maneira de dizer que nasceu de novo. Então, depois de pensar, disse em tom de brincadeira. ?Entendeu, meu filho’?

Elvis perguntou: “Bem, o que acontece então?”

Eu estava realmente começando a entrar nisto e lhe respondi: “Bem, se você aceitar pela fé que tudo isso é verdade e pedir ao Espírito de Jesus que assuma o controle de sua vida, Ele vai ajudá-lo tomar as decisões certas e ser uma pessoa melhor. Também disse a ele:” Eu ouvi meu pai dizer, muitas vezes, “Se Jesus não estivesse andando comigo, acho que não conseguiria?. Então conclui minha mensagem ?caipira” com o comentário: Mas a melhor parte é, quando você morrer, irá para o céu e não para o inferno! ”

O breve comentário de Elvis foi “Legal! E acrescentou: “Às vezes a vida é um inferno! Talvez eu já esteja lá! ”

Assista Elvis Presley interpretando “Quão Grande És Tu”:


Fonte: Gospel 10

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Missionário desafia televangelistas a pregar o evangelho da prosperidade no sertão nordestino, veja o vídeo.

Assista o desabafo:




Um pastor do sertão cearense fez um apelo aos televangelistas para pregarem o evangelho da prosperidade no sertão nordestino, para ver se essa filosofia realmente funciona.


No Sertão Nordestino apenas 4% da população é evangélica, números que em cidades menores e mais afastadas podem chegar a 2% e a 1%. De acordo com dados do ministério Antioquia, tem pelo menos 12.000 comunidades rurais e vilarejos que não possuem nenhuma igreja.

Pensando em expandir o evangelho nessa região a Missão Antioquia está organizando o Congresso Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino que pretende reunir 1.000 líderes de diversas denominações para tratar dos assuntos necessários para propagar a Palavra de Deus no interior dos nove estados que compõe a região.

O objetivo é traçar planos para que em dez anos pelo menos 20% da população do Nordeste seja evangélica. Os principais problemas para o evangelho chegar à essa região são as superstições religiosas e as fortes raízes do catolicismo. 

Em entrevista ao Jô Soares, músicos da MPB afirmam ter usado páginas da Bíblia para fumar maconha

No último dia 17/11 o apresentador Jô Soares entrevistou em seu programa os músicos, Moraes Moreira, Tom Zé e Henrique Dantas, pelo lançamento do DVD “Filhos de João – Admirável mundo novo”.
Em determinado momento da entrevista, são mostrados depoimentos do filme, em que é revelado que os músicos fumavam maconha com páginas da Bíblia.
O Apóstolo Renê Terra Nova criticou a atitude em seu perfil no Twitter, afirmando que “muito mais do que o casamento homo afetivo, o Tom Zé dizer que fumava maconha com os livros da Bíblia é queimar profanamente a carta magna”.
Terra Nova mencionou em sua postagem no microblog a opinião favorável do músico em relação á união entre pessoas do mesmo sexo, expressada na mesma entrevista. O curioso foi a confusão feita pelo líder do Ministério Internacional da Restauração ao se referir à Bíblia como “carta magna”, termo usado juridicamente para se referir à Constituição Federal.
A citação ao fato que envolveu a Bíblia e o uso da maconha pelos músicos, acontece em torno dos 29 minutos da entrevista, que pode ser conferida na íntegra no vídeo abaixo:

Em nota, Papa Bento XVI defende a criação de um governo único mundial. Cristãos acreditam ser o sinal do Anticristo

O Pontifício Conselho Justiça e Paz do Vaticano publicou uma nota abordando o tema da crise financeira mundial, intitulada “Para uma reforma do sistema financeiro e monetário internacional na perspectiva de uma autoridade pública de competência universal”.
Nessa nota, sob argumentos humanitários, o Vaticano propõe que todos os países do mundo avancem nos estudos de estabelecer uma autoridade mundial, para assuntos financeiros e bélicos. Segundo a nota, “ninguém, conscientemente, pode aceitar o desenvolvimento de alguns países em desvantagem de outros”. Para o Vaticano, “o caminho rumo à construção de uma família humana mais fraterna e justa e, antes ainda, de um renovado humanismo aberto à transcendência, parece ainda muito atual”.
Ressaltando a Carta encílica “Pacem in Terris”, (termo em latim que pode ser traduzido como Paz na Terra), escrita em 1963 por João XXVIII e que previa uma unificação cada vez maior do mundo, a nota afirma que desde aquela época, se reconhecia o fato de que, na comunidade humana, faltava uma correspondência entre a organização política, ‘no plano mundial, e as exigências objetivas do bem comum universal’. Por conseguinte, desejava que um dia se pudesse criar ‘uma Autoridade pública mundial”, afirma a nota.
O processo de globalização do mundo e dependência mútua cada vez maior dos países é classificada pela Igreja Católica como um fato previsto pelo Papa João XVIII em sua carta, e apoiada pelo Papa atual, Bento XVI. “Face à unificação do mundo, favorecida pelo complexo fenômeno da globalização; perante a importância de garantir, para além dos demais bens coletivos, o bem representado por um sistema econômico-financeiro mundial livre, estável e ao serviço da econômica real, hoje o ensinamento da Pacem in terris parece ainda mais vital e digno de urgente concretização. O próprio Bento XVI, no sulco traçado pela Pacem in Terris, manifestou a necessidade de constituir uma Autoridade política mundial”.
O comunicado explica os motivos, classificados pela igreja católica como humanitários, de se apoiar um governo único, proposta que é entendida por teólogos como parte do surgimento do Anticristo, previsto nas profecias do Apocalipse. O Vaticano propõe uma reflexão na luta pelo desarmamento dos países: “Pensemos, por exemplo, na paz e na segurança; no desarmamento e no controle dos armamentos; na promoção e na tutela dos direitos fundamentais do homem; no governo da economia e nas políticas de desenvolvimento; na gestão dos fluxos migratórios e na segurança alimentar; e na salvaguarda do meio ambiente. Em todos estes âmbitos, é cada vez mais evidente a crescente interdependência entre Estados e regiões do mundo, e a necessidade de respostas, não apenas setoriais e isoladas, mas sistemáticas e integradas, inspiradas pela solidariedade e pela subsidiariedade, e orientadas para o bem comum universal.”
O Pastor Antônio Mesquita, do blog “Fronteira Final” entende que sob o argumento de ações humanistas, o Vaticano acaba protagonizando uma profecia bíblica sobre o assunto: “Analise a semelhança com o alerta bíblico a respeito do acordo entre o Anticristo e os judeus. O texto de 1 Tessalonicenses 5:1-5 diz: ‘Mas, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva; Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão. Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão; Porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas”, opina o Pastor.
Em determinado trecho da nota, o Vaticano afirma que essa “Autoridade Mundial” deve surgir de um processo em que todos os países a reconheçam e aceitem. “A autoridade supranacional deve possuir uma delineação realista e ser realizada gradualmente, com o objetivo de favorecer também a existência de sistemas monetários e financeiros eficientes e eficazes, ou seja, mercados livres e estáveis, disciplinados por um adequado quadro jurídico, funcionais para o desenvolvimento sustentável e para o progresso social de todos, inspirados nos valores da caridade na verdade”.
Para o Pastor Mesquita, as ideias propostas pelo Vaticano se aproximam muito do que as Escrituras Sagradas dizem a respeito desse tema, com perseguição aos cristãos: “A Bíblia diz o seguinte, sobre o Governo Único: ‘E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se a ele poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça’.
Fonte: Gospelmais

sábado, 26 de novembro de 2011

Central gospel pretende vender 500 mil CDs de Jotta A

Fenômeno da música gospel em 2011, o cantor Jotta A. assinou neste mês contrato com a Central Gospel, gravadora do pastor Silas Malafaia. O lançamento do CD do garoto será em 2012 com uma tiragem bastante ousada: 500 mil cópias, segundo noticiou Lauro Jardim em sua coluna na Revista Veja.
No Brasil a marca de meio milhão de CDs só é alcançada porartistas como Paula Fernandes e Padre Marcelo Rossi. Entretanto no meio gospel a margem não é muito distante, pois só a cantora Aline Barros alcançou em 2011 mais de 360 mil cópias do CD “Extraordinário Amor de Deus”.
O jornalista pontua também que o vencedor do quadro “Jovens Talentos Kids” do Programa Raul Gil chegou a receber uma proposta da Sony Music, o valor oferecido para Jotta A. seria de um milhão de reais, mas ele não aceitou.
Neste CD a ser lançado pela Central Gospel terá algumas versões de músicas conhecidas em inglês e português, uma música escrita pela cantora Eyshila e também canções compostas pelo próprio cantor que tem apenas 14 anos.