sexta-feira, 29 de abril de 2011

PASTOR SILAS MALAFAIA AFIRMA QUE PASTORES QUE NÃO PREGAM A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE SÃO "IDIOTAS"

Pastor Silas Malafaia afirma que pastores que não pregam a Teologia da Prosperidade são idiotas
Em entrevista a Revista Igreja de novembro de 2010 o pastor Silas Malafaia, da Igreja e programa de TV Vitória em Cristo, chamou os pastores que não pregam a teologia de prosperidade de Idiotas que deveriam perder a credencial e voltar a ser membro para aprender as Escrituras.

Confira abaixo:

Revista Igreja: O senhor está sendo duramente criticado pelo setor mais conservador da igreja por causa da teologia da prosperidade pregada por alguns convidados de seu programa, como Morris Cerrullo e Mike Murdock. Como o senhor responde a estas criticas de que a teologia da prosperidade não tem base bíblica e é uma heresia?

Silas Malafaia: Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta.“

Em seguida o pastor da Igreja Vitória em Cristo defendeu a Teologia da Prosperidade e a si mesmo: “Finanças é um dos maiores assuntos da Bíblia. Quando chega nesta parte, muitos pastores, as vezes porque eles mesmos não dão dízimo e nem oferta e, portanto não tem autoridade para falar do assunto, querem bater em quem fala”.

O comentário gerou uma intensa polêmica na internet. O Pastor Sênior da Igreja Bíblica Cristã de São Gonçalo – RJ, Alan Capriles, citou a tradução da Bíblia na linguagem de hoje, onde relata que Jesus disse “E quem chamar o seu irmão de idiota estará em perigo de ir para o fogo do inferno”, Mateus 5:22.

O curitibano Clauber Ramos falou sobre a nova polêmica: “Uma coisa engraçada dessa gente da prosperidade é que nenhum deles nos pedem para semear nosso dinheiro em obras de caridade, em ajudar meus vizinhos necessitados, em ajudar ONGs que fazem um bom trabalho comunitário, etc. A “benção” só é válida se eu semear no campo deles, coisa estranha isso” e completou: “Deus não olha minha oferta (seja em dinheiro ou não), Ele olha o meu coração, isto é muito claro na Bíblia. Ele vai olhar a minha generosidade, o meu amor pelo próximo, o quanto eu me compadeço com o sofrimento do outro… Ai sim creio que Deus tenha prazer em retribuir, mesmo que eu não mereça esta retribuição”.

O blogueiro e pastor Danilo Fernandes publicou em seu blog sua opinião sobre a afirmação de Silas Malafaia: “Eu só tenho uma pergunta a fazer a este deus da prosperidade: O que Malafaia, Cerrullo e Murdock têm que Jeremias, Jonas e João Batista não tinham para, em sendo igualmente profetas, tendo dado tudo de si, terem vivido em indesejável pobreza e grande perseguição, enquanto os novos profetas, fazendo tão menos, vivem como nababos? Foi falta de fé dos profetas antigos ou eles não pagavam o dizimo?” e alfineta: “Mas Malafaia é sincero quando chama seus críticos de idiotas. Pela sua justificativa que coloca os contrários à sua tese da vida cristã financeira na vala do pobrismo, ele há de achar que fala com idiotas!”. Danilo ainda conclui: “Não há nada contra ter dinheiro. Trabalhar e prosperar. Contudo, dizer que está evangelizando enquanto se leva a proposta deste cassino celestial onde se aposta 10 para receber 100 é um disparate. Ordenaram-nos levar a boa nova da salvação, batizar, fazer discípulos e enviar”.

Não é a primeira vez que o Pastor Silas Malafaia usa palavras desse tipo para rebater quem o critica, o mesmo já chamou internautas de “safados, bandidos, negos enrolados, invejosos” e outros adjetivos.

Fonte: Gospel+ 

FERNANDA BRUM ESTARIA PRESTE A SE CONVERTER AO CATOLICISMO?

Fernanda Brum estaria prestes a se converter ao catolicismo, afirmam fiéis
Uma polêmica relacionada a Fernanda Brum e sua fé está agitando a Internet. Segundo um vídeo publicado no YouTube, a cantora está prestes a converter-se ao catolicismo.

O vídeo contém a música “Maria”, de Fernanda Brum, e mostra pessoas que eram evangélicas mas se converteram ao catolicismo. Ao final, o vídeo aponta que Fernanda Brum e Ana Paula Valadão seriam as próximas a se converterem.

A evidência que o vídeo supostamente mostra é a própria música “Maria”, cantada por Fernanda Brum e que mostra a história da mãe de Jesus. O música faz parte do CD “Celebrando o Natal”, de 2009.

Quando questionada através do Twitter, a assessora de Fernanda Brum respondeu que é mentira que a cantora está em processo de conversão ao catolicismo e que ninguém deve acreditar nisto.

Veja abaixo o vídeo polêmico que mostra Fernanda Brum e Ana Paula Valadão como futuras conversões ao catolicismo:
 

A SEGUNDA VINDA DE JESUS SERÁ ANUNCIADA PELAS MÍDIAS SOCIAIS, DIZ FRANKLIN GRAHAN

Franklin Graham diz que a segunda vinda de Jesus será anunciada através das mídias sociaisFr
Franklin Graham acredita que as mídias sociais serão um dos instrumentos usados para cumprir o que a Bíblia diz odo olho verá [a Segunda Vinda de Jesus]. Como o mundo inteiro vai ver ao mesmo tempo? Eu não sei, a menos que pessoas de todo mundo comecem a compartilhar fotos e o assunto repentinamente ocupe a mídia mundial”, disse o pastor. “A mídia social poderá ter uma grande parte nisso”, continua.

Graham esclarece que Jesus não voltará pelo Facebook ou Twitter, apenas acredita que o anúncio de Sua vinda se espalhará pelo mundo assim como os atuais acontecimentos no Oriente Médio se espalharam através do Twitter, do Facebook e do YouTube.

Ele também acredita que estamos muito próximos desse dia. ”Vivemos o tempo do espírito do anticristo… Quais são os sinais da Segunda Vinda? Guerra, fome, terremotos… com frequência cada vez maior, são como as dores de parto. Acredito que não há nenhuma dúvida… Estamos nos últimos dias desta era”.sobre a Segunda Vinda de Cristo: Todo olho verá.

Em entrevista ao programa da The Week, da rede ABC, o filho de Billy Graham disse que as pessoas comentarão a notícia pelas redes sociais e que o assunto pode tornar-se rapidamente um tending topic.

“A Bíblia diz que t

Fonte: Gospel Prime 

TV BRASIL GANHA MINISSÉRIE SOBRE JOVEM EVANGÉLICA E VIRGEM NO MUNDO DA MODA

Brasil ganha minissérie sobre jovem evangélica e virgem no mundo da moda. Assista
Adolescente, virgem, pobre, negra, suburbana, evangélica inserida no mundo da moda. Com temas polêmicos, dificilmente abordados natelevisão brasileira, a TV Brasil estreia, no dia 1º de maio, a minissérie “Natália”, em 13 episódios. Idealizada pelo Ministério da Cultura para atingir as classes C, D e E, a série será exibida aos domingos, sempre às 22h30.

“Nossa ideia era construir um personagem com o qual nós pudéssemos mostrar as diferenças entre jovens de uma mesma cidade, porém de origens praticamente antagônicas. A virgindade é mostrada sem grandes tabus. Já o jovem evangélico simplesmente não aparece na TV, absolutamente ignorada pelas emissoras ou retratada de forma pouco realista, mostrado como um ignorante que sofreu lavagem cerebral ou um jovem que está ‘no caminho certo’ graças à igreja”, disse o diretor André Pellenz, que divide a autoria com Patrícia Corso.

Quem também comemora e tem argumentos para defender a abordagem do mundo do adolescente e seus conflitos na TV brasileira é a escritora Thalita Rebouças. Ela lança neste sábado (30) seu 12º livro “Era uma vez minha primeira vez”, sobre os sentimentos e medos de adolescentes de diferentes personalidades, mas que passam pela mesma fase.

“É maravilhoso ter uma série nacional com essa abordagem. O universo do público adolescente é mal-explorado na TV brasileira. Por isso, eles correm para as séries americanas. Adolescente gosta de se reconhecer, de identificar a sua história na televisão, de rir e se emocionar. A essência é igual. Percebo isso por causa dos meus livros. Os conflitos de um adolescente do Leblon são iguaizinhos aos de um que more em Marechal Hermes. Isso não depende da classe social”, diz Thalita Rebouças em referência à série, que mostra a transição de Natália, moradora de Marechal Hermes, para a zona sul do Rio de Janeiro, quando começa a trabalhar como modelo.

Para o papel de protagonista, Aisha Jambo, que já trabalhou no mundo adolescente em “Malhação”, estudou, fez laboratório, visitou lugares, mas também encontrou parte da personagem revisitando o início de sua juventude.

“Estudei para chegar nesse lugar do que significa a virgindade para uma menina que vive a religião. Assisti a depoimentos de evangélicos. Procurei observar essas pessoas que têm uma outra relação com o corpo com mais pudor e menos vaidade. Na adolescência eu era bastante introvertida e tímida, mas autêntica, características que Natália tem. Acredito que todo adolescente tem uma essência comum, mas a maneira de se expressar e de se colocar diante das situações é distinta”, explica a atriz.

A abordagem religiosa da série é uma ousadia para um canal de TV sem vínculo com igrejas, e que abrange um público diverso. E André Pellenz afirma que temas polêmicos são necessários, mas de uma forma sutil.

“No início estávamos preocupados, mas como esses assuntos entraram naturalmente na série, aos poucos, foi ficando fácil tratar deles sem cair na polêmica gratuita. O debate está tão inserido nas histórias, que flui naturalmente. Não queremos doutrinar ninguém, apenas fazer a turma pensar sobre essas questões”, finaliza o diretor e autor

LIGEIRINHO, EX-LÍDER DO COMANDO VERMELHO E UM DOS FUNDADORES, HOJE PASTOR SALLES

Aldidudima Salles veio ao mundo em 1966, no Ceará. Filho de um militar e pastor evangélico e de uma dona-de-casa, cresceu em lar humilde. Com 9 anos, fugiu de casa, “por causa do espiritismo”. “O diabo entrou na minha vida e disse que ia me usar por um tempo”, conta. Morou na rua, freqüentava centros de umbanda e magia negra e diz ter violado sepulturas para comer carne humana.


Aos 14, chefiava cerca de 40 homens na facção criminosa Terceiro Comando. “Sempre fui muito inteligente. Isso era o que me diferenciava do resto. Os caras me obedeciam”, acredita. Depois integrou o Comando Vermelho, onde ganhou o apelido de Ligeirinho, tornando-se um de seus principais líderes. Foi para Cáli, na Colômbia, fazer treinamento no cartel de Pablo Escobar – à época, o maior traficantes de drogas do mundo. “Lá aprendi tudo que o cão me ensinou. O que ele não me ensinou, eu ensinei a ele. Cheguei num ponto em que não era o diabo que entrava em mim, mas sim eu que entrava nele”, diz.

Com 6 mil bandidos sob sua mão, ele e José Carlos Encina, o Escadinha, comandavam a venda de drogas em diversos morros do Rio de Janeiro e de São Paulo. Foi ele quem ensinou o ofício para Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, traficante que dispensa apresentações. Participava ainda de tráfico de crianças, de armas e assaltos à banco. Com o lucro das atividades ilícitas, Salles diz ter acumulado um patrimônio invejável: 22 apartamentos, 3 aviões, 40 carros, 19 motos e um sítio em Mato Grosso.

PCC is in the house

Era 1987, Escadinha estava preso no presídio de Ilha Grande, no Estado do Rio. Em plena noite de ano novo, o bandido foi içado por um helicóptero, numa verdadeira fuga cinematográfica. Salles, mentor da ação que parou o país, estava no helicóptero. Ele conta tudo sem esconder um certo orgulho da engenhosidade da operação. “Foi um tapa na cara da polícia”, diz. Logo depois, porém, ele abandonou o crime. Conta que foi assaltar uma igreja e acabou se convertendo. “Labaredas de fogo surgiram em volta do pastor e eu não conseguia atirar nele. Ele me deu um novo testamento e disse que um dia eu ainda ia pregar na igreja dele”.

Salles foi preso na Praça da Sé, sendo condenado a 300 anos e seis meses de cadeia por 26 assassinatos, 15 assaltos à banco, tráfico de drogas e formação de quadrilha. Em Bangu I, já crente, evangelizava outros presos valendo-se de métodos, digamos, heterodoxos: quem não aceitava Jesus, era convencido à força. “Viramos o exército de Deus lá dentro. Torturávamos o cabra até ele se converter”, relembra. O ex-criminoso saiu da prisão de segurança máxima pela porta da frente, após ter cumprido apenas 10 anos da pena. Um induto presidencial de Fernando Henrique Cardoso libertou-o. Em suas pregações, quando rememora o caso, Salles diz que foi “obra de Deus”. Para mim, dá outra versão: “Há muitos políticos evangélicos hoje em dia, alguns em posições bem elevadas. Posso dizer que somos bem representados em Brasília”.


Vou até a Assembléia de Deus de Belenzinho conferir um culto do Pastor Salles pessoalmente. Ele chega acompanhado da atual esposa e me conta que matou as outras duas que teve. A mulher ri nervosa. Um gato preto tatuado em seu tornozelo sinaliza que ela provavelmente não é evangélica desde sempre. Salles diz já ter pregado em 18 países e em todas as capitais brasileiras. Não cobra pelas suas palavras, conta que vive da comercialização dos seus DVDs, vendidos em banquinhas improvisadas nas igrejas em que se apresenta e em lojas. “Entrei esses dias numa Lojas Americanas que já havia assaltado e tinha o meu DVD à venda lá. Deus faz coisas incríveis”, conta. Ele diz que há membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) sentados assistindo ao culto. O pastor da igreja é quem lhe contou o fato, pedindo para que ele não subisse ao palco naquela noite. Salles deu de ombros. “Nunca senti medo na vida e não é hoje que vou sentir. Estou tranquilo”, diz. Já eu não podia dizer o mesmo

PASTOR FRED PHELPS DA IGREJA BATISTA DE WESTBORO ATIRA PRA TODO LADO


Enantiodromia: criado pelo psiquiatra Carl Jung, o termo descreve um príncipio que se aplica tanto à natureza quanto à psique: quando uma força torna-se superabundante inevitavelmente gera seu oposto.
Este é o pastor Fred Phelps, líder da Igreja Batista de Westboro. É uma organização cristã, mas considerada um dos mais ativos grupos de ódio nos EUA. Com uma argumentação bíblica, atiram para todos os lados: judeus provocaram o holocausto, Maomé foi possuído pelo demônio, Barack Obama é o próprio anticristo. Mas o alvo preferido dos fiéis da Westboro são os homossexuais. Marcam presença frequente em funerais de gays, exibindo para os parentes em luto cartazes como o acima: “Deus odeia bichas”, ou “Graças a Deus pela Aids”. Culpam a “agenda gay” pelo iminente fim do mundo, quando Jesus mandará ao inferno toda a humanidade. Exceto eles, é claro. Contudo, a maior proteção da Igreja não é Deus. É a primeira emenda da constituição dos EUA (“Uma nação de gays”, garante Phelps) que garante a liberdade religiosa e de expressão

IGREJA AMERICANA SE RECUSA A ASSINAR CASAMENTOS HÉTEROS ATÉ LEGALIZAÇÃO DE CASAMENTO GAY


Surpreendendo toda a comunidade cristã do estado do Kentucky, no interior dos Estados Unidos, aDouglas Boulevard Christian Church anunciou que não vai mais assinar licenças de casamentos na cidade de Louisville enquanto não houver leis mais flexíveis em relação à legalização do casamento gay no país. Ligada ao grupo protestante Discípulos de Cristo, que reúne quase 700 mil membros nos EUA, a igreja é a primeira da congregação a se manifestar dessa forma sobre o assunto e a decisão de cancelar licenças de casamento foi tomada pelos próprios fieis em assembleia.
A igreja Douglass Boulevard, entretanto, continua realizando cerimônias religiosas de casamento entre pessoas do mesmo sexo e de sexos diferentes. A ação da congregação se limita ao aspecto legal do casamento. Sem a licença da igreja, os fiéis que se casam são obrigados a recorrer aos cartórios civis para legalizar o contrato de casamento. De acordo com o ministro Derek Penwell, maior clérigo da igreja, a decisão pretende chamar a atenção da população americana sobre as discrepâncias de direitos entre casais homossexuais e heterossexuais.
"Nosso sistema anterior nos forçava a dizer para todos os gays e lésbicas em nossa congregação: só podemos fazer as coisas em parte para vocês", explicou o pastor em entrevista a uma rádio local. Em um comunicado oficial no site da igreja, o ministro adjunto Ryan Kemp-Pappan reforçou a ideia dizendo que "como uma comunidade aberta e afirmativa de sua fé, nossa igreja é comprometida em tratar homossexuais e heterossexuais igualmente. Nossa congregação acredita que é injusto prover serviços diferenciados para os casais hétero enquanto não podemos fazê-los para os casais gays." 
“Casais heterossexuais têm direito a inúmeros benefícios que resultam de ter uma união sancionada pelo estado. Eles podem herdar propriedades, adotar crianças juntos, visitar uns aos outros no hospital e economizar milhares de dólares em impostos pagando suas taxas como casal. Ministros, como agentes do estado, tem poder para conceder esses benefícios para heterossexuais, mas não temos a honra de fazê-lo com casais gays", completou ainda o Reverendo Derek Penwell, no mesmo post no blog da igreja Douglass Boulevard.
A decisão da igreja já atraiu a atenção das comunidades cristãs dos EUA para esse delicado assunto. Pouco a pouco, algumas instituições evangélicas estão literalmente saindo do armário e mostrando que existem sim cristãos moderados livres de preconceitos. Com a manifestação, a congregação mostrou que está disposta a livrar-se de dogmas antigos em nome do bem comum, dos direitos civis e das liberdades individuais. Para a alegria dos progressistas, enfim os religiosos moderados estão se levantando contra os fanáticos

CAIXÃO DE JOÃO PAULO II É RETIRADO DE TÚMULO PARA SER VENERADO EM BEATIFICAÇÃO


Os restos do papa João Paulo 2° foram retirados do túmulo em que estavam sepultados nas Grutas Vaticanas para ser levados à Basílica de São Pedro, durante a cerimônia de beatificação do próximo domingo.
O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, informou que o túmulo de João Paulo 2° foi aberto na manhã desta sexta feira. O caixão onde estão os restos do futuro beato foi retirado da antiga sepultura, durante uma breve cerimônia presidida pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcísio Bertone.
"A urna foi depositada diante do túmulo de São Pedro, sempre nas Grutas vaticanas, e coberta com um pano bordado com fios de ouro", disse padre Lombardi durante um encontro com os jornalistas.


O caixão de madeira será levado para dentro da Basílica de São Pedro no domingo pela manhã e será colocado no altar principal da catedral, onde receberá as homenagens dos fiéis após a cerimônia de beatificação.
Na segunda-feira os restos de João Paulo 2° serão colocados definitivamente ao lado da Pietá de Michelangelo, do lado direito da Basílica. Milhares de peregrinos tem lotado a praça de São Pedro e os arredores do Vaticano nos últimos dias, à espera da beatificação de João Paulo 2°, que também poderá ser vista pelo YouTube.
Muitos são da Polônia, terra do papa, como o pedreiro Pawel Kurylo, de 39 anos, que foi a pé de sua cidade até Roma percorrendo 2.300 quilômetros. 

Durante a cerimônia deste domingo, o cardeal-vigário de Roma, Agostino Vallini, pedirá oficialmente ao papa Bento 16 para inscrever o nome de João Paulo 2º no elenco dos beatos. Após 

a leitura de uma breve biografia de João Paulo 2°, o papa lerá a fórmula da beatificação anunciando que o novo beato será comemorado no dia 22 de outubro, data em que teve início seu pontificado, em 1978. Um grande retrato de João Paulo 2° será mostrado aos fiéis do balcão central da Basílica de São Pedro.
Segundo a prefeitura da capital italiana, 1 milhão de pessoas deve assistir à cerimônia durante a qual será exposta uma relíquia de João Paulo 2°, composta de uma ampola com sangue de Karol Wojyla, para a veneração dos fieis. Cerca de 62 delegações oficiais devem participar da cerimônia de domingo.
O Brasil será representado pelo vice-presidente, Michel Temer. Um esquema especial foi montado para organizar o fluxo de peregrinos e garantir a segurança na área em torno do Vaticano

domingo, 24 de abril de 2011

JUSTIÇA USA LEI MARIA DA PENHA PARA PUNIR GAY

Decisão polêmica, a 2ª no País, foi criticada na Secretaria de Políticas para Mulheres; magistrado alegou princípio da isonomia

Criada para coibir a violência familiar contra a mulher, a Lei Maria da Penha foi aplicada em um caso de agressão doméstica envolvendo dois homens. O juiz Alcides da Fonseca Neto, da 11.ª Vara Criminal da Capital, determinou que Renã Fernandes da Silva mantenha distância mínima de 250 metros de seu companheiro, o cabeleireiro Adriano Cruz de Oliveira, que vinha sofrendo agressões. A decisão foi criticada em Brasília.

O juiz alegou o princípio constitucional da isonomia para aplicar a lei no caso. Oliveira registrou queixa por agressão na 5.ª Delegacia de Polícia (Centro). Na madrugada de 30 de março, ele foi atacado com uma garrafa pelo companheiro, com quem vivia havia três anos. O cabeleireiro ficou com lesões no rosto, nos lábios, nas pernas e nas coxas. Na delegacia, Oliveira contou que as agressões eram constantes. Silva teria se envolvido com traficantes e ameaçou matá-lo, caso procurasse a polícia.

Constituição. O juiz Fonseca Neto concedeu liberdade provisória a Silva, mas determinou a medida protetiva, com base na Lei Maria da Penha. "A especial proteção destinada à mulher pode e deve ser estendida ao homem naqueles casos em que ele também é vítima de violência doméstica e familiar. Eis que no caso em exame a relação homoafetiva entre o réu e o ofendido, isto é, entre dois homens, também requer a imposição de medidas protetivas de urgência, até mesmo para que seja respeitado o Princípio Constitucional da Isonomia."

No entanto, a ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, considerou um equívoco a decisão do juiz Fonseca Neto, ao aplicar a Lei Maria da Penha em caso de lesão corporal envolvendo casal de gays. Para a ministra, "a Lei Maria da Penha é muito clara, é uma lei para defender as mulheres, tem recorte de gênero". "Qualquer decisão fora disso é desvirtuar a lei", disse.

Não é a primeira vez que a Lei Maria da Penha é usada para a proteção de homens. Em fevereiro, o juiz Aguiar Pacheco, de Rio Pardo (RS), proibiu um homem de ficar a menos de cem metros do ex-companheiro. O juiz levou em condição a situação vulnerável da vítima. Em julho de 2009, uma moradora de Dionísio Cerqueira (SC) foi proibida de se aproximar do ex-marido e da nova mulher dele, também com base na lei.

Homem. A aplicação da Maria da Penha em favor de homens, quando o agressor é uma mulher, também é polêmica. O juiz Mário Roberto Kono de Oliveira, de Cuiabá, também determinou que uma mulher se mantivesse afastada do ex-marido depois que ela passou a persegui-lo. Na ocasião, o juiz alegou que aplicava a lei "por analogia", "já que inexiste lei similar a ser aplicada quando o homem é vítima de violência doméstica".


PARA LEMBRAR

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) vem decidindo, desde 2008, que a Lei Maria da Penha pode ser usada para processar agressores acusados de praticar atos de violência contra as suas namoradas ou ex-namoradas. Segundo o STJ, a lei não é destinada apenas a casais que vivem juntos. Texto nesse sentido também tramita no Senado. 


Fonte: www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110420/not_imp708704,0.php

MORRE AOS 84 ANOS O GURU INDIANO SATHYA SAI BABA, CONSIDERADO PELOS FIÉIS A ENCARNAÇÃO DE DEUS

O guru indiano Sathya Sai Baba, um dos mais famosos e influentes líderes religiosos do país, morreu neste domingo, aos 84 anos, devido a uma parada cardiorrespiratória. Considerado por seus fiéis a verdadeira encarnação de Deus, Baba havia sido internado no final de março em um hospital de Puttaparthi, no sul da Índia, com complicações respiratórias e renais.
Os ensinamentos de Baba, que traziam um misto de crenças hindus e islâmicas, arrebanharam milhões de seguidores em todo o mundo, incluindo importantes líderes políticos, magnatas, artistas e esportistas.
Foto: AFP
Fiéis de Sathya Sai Baba se aglomeram em frente ao hospital para prestar homenagem
O guru era conhecido por sua fala macia, por seus robes de um forte tom amarelo-alaranjado e por seu corte de cabelo em um estilo semelhante ao "afro". Baba também tinha a habilidade de fazer surgir do nada objetos como relógios e anéis, algo que muitos céticos consideravam simplesmente truques baratos.
Reencarnação
Baba nasceu em Puttaparthi em 1926, com o nome de Sathyanarayana Raju. Aos 13 anos, ele disse ser a reencarnação de um líder religioso do século 19, venerado tanto por hindus quanto por muçulmanos, com o mesmo nome que viria a adotar mais tarde.
Ao longo dos anos, os fiéis doaram grandes quantidades de dinheiro à entidade mantida pelo guru. Com isto, a sua cidade natal ganhou uma universidade, um hospital, hotéis e um aeroporto privado, além de um serviço de alimentação para a população mais pobre.
Ao mesmo tempo em que ganhava fama por seu trabalho espiritual e de caridade, Baba também se envolveu em polêmica. Ele sempre recusou pedidos de cientistas, racionalistas e mágicos para testar os seus "milagres" em ambientes controlados.
Além disto, em um documentário produzido pela BBC em 2004, ex-seguidores acusaram o guru de pedofilia e de abuso sexual. Ele nunca foi investigado ou condenado por estas alegações.
“Perda irreparável”
O primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh, disse que a morte de Baba era uma "perda irreparável". 
"Ele era um líder espiritual que inspirou milhões de pessoas a levar uma vida moral e significativa, mesmo quando elas seguiam a religião de sua própria escolha", afirmou o premiê.

O hospital onde Baba morreu afirmou que o corpo do guru poderá ser visto pelo público entre segunda e terça-feira, antes do funeral, e pediu que os seguidores não corram até o local, para evitar tumultos

quarta-feira, 20 de abril de 2011

ATEUS PROCESSAM DATENA E BAND


A Band e José Luiz Datena são alvos de processos por preconceito contra ateus (quem não crê em Deus ou em deuses).

Ações correm no Fórum de Taubaté e no Tribunal de Justiça da Paraíba, por um comentário feito no “Brasil Urgente“, em 27 de julho.

Na data, ao exibir um crime, Datena falou que o ato demonstrava “falta de Deus no coração“, entre outras afirmações. Em seu site, a Associação Brasileira dos Ateus e Agnósticos instrui seus associados a entrarem na Justiça.

“Não tenho nada contra pessoas que não acreditam em Deus. Eu acredito e com ele vou até o inferno“, disse Datena à coluna. “Estão me pegando pela palavra. Logo agora que estou mais calmo